Campanhas

Para fortalecer o trabalho de comunicação e mobilização da iniciativa, o De Olho nos Planos realiza campanhas periódicas, orientadas de acordo com as prioridades e temas em pauta no debate educacional. Assim, a iniciativa busca trazer mais informações para embasar o debate e somar forças com os movimentos e toda a sociedade em prol do fortalecimento da gestão democrática em educação e do direito de uma Educação pública de qualidade para todos e todas.

Confira abaixo todas as nossas campanhas:

 

#NãoàPEC241

naoapec241_campanhaEm junho de 2016, o governo de Michel Temer apresentou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, que delimita um teto para os gastos públicos em áreas sociais (tal como saúde, educação, assistência social), pelos próximos 20 anos, de forma que não ultrapasse os gastos do ano anterior, corrigidos pela inflação (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, ou IPCA).

Desde então, militantes, movimentos sociais, especialistas das áreas de educação, saúde e assistência social, e sociedade em geral se movimentaram para enfrentar as ameaças que a aprovação dessa PEC poderia trazer à precarização dos serviços públicos nas áreas sociais.

Neste sentido, a iniciativa De Olho nos Planos realizou a campanha #NãoàPEC241, durante o XXVI Encontro Nacional da Uncme, que ocorreu entre os dias 30 de agosto e 2 de setembro de 2016 em Palmas, no Tocantins. Em parceria com a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, o De Olho nos Planos mobilizou os(as) participantes a protestarem contra a PEC por meio de placas que mostravam as consequências de sua aprovação. As fotos de todos os participantes foram disponibilizadas no facebook do De Olho e no portal.

A Emenda Constitucional do Teto de Gastos Públicos  (Emenda Constitucional 95) acabou sendo promulgada em dezembro de 2016.

Veja todas as fotos da campanha

 

Reconhecimento Público De Olho nos Planos

Logo_Reconhecimento_Público_DeOlhoA iniciativa De Olho nos Planos lançou em 2015 o Reconhecimento Público De Olho nos Planos, criado para conhecer experiências de participação que ocorreram na construção e revisão dos planos de educação em todo o país, e também para levantar ideias e propostas de monitoramento participativo e de controle social dos Planos.

Na primeira etapa do processo, o Reconhecimento Público recebeu mais de 600 inscrições para a participação no curso à distância sobre sistematização de experiências participativas oferecido pelo De Olho nos Planos.

Das 31 sistematizações finalizadas, foram selecionados, em junho de 2016, 15 para o Reconhecimento Público De Olho nos Planos, de 12 coletivos diferentes do país. Experiências e ideias inspiradoras, que mostram que é possível estimular a participação popular para construir e monitorar os planos de educação.

No dia 2 de setembro de 2016, durante o XXVI Encontro Nacional da Uncme, em Palmas, no Tocantins, foi realizado o evento nacional do Reconhecimento Público De Olho nos Planos. Na ocasião, representantes dos 12 coletivos estiveram presentes para receber uma placa de homenagem do Reconhecimento Público De Olho nos Planos e fazer uma fala sobre a sua experiência de construção ou proposta de monitoramento participativo do plano de educação. Para saber mais sobre o evento, clique aqui.

– Assista o vídeo sobre as experiências selecionadas
– Conheça tudo sobre o Reconhecimento Público e as experiências selecionadas

 

Planos de Educação: Igualdade de gênero SIM! Discriminação NÃO!

PME_Gênero_Imagem BottonCom a não aprovação das temáticas relacionadas à igualdade de gênero na lei do Plano Nacional de Educação (PNE) em 2014, a iniciativa De Olho nos Planos iniciou a campanha “Planos de Educação: Igualdade de gênero SIM! Discriminação NÃO!”. O intuito foi informar a todos e todas que, ainda que ausente do PNE, essa temática pode estar presente nos Planos Estaduais e Municipais de Educação como forma de aprimorar a qualidade da educação, superar as desigualdades e combater a exclusão escolar.

Para fortalecer a incidência nesse debate, foram publicadas matérias e entrevistas sobre a importância da temática, e produzidos cartazes, camisetas, bottons e banners que foram distribuídos para incentivar a mobilização em eventos nacionais de educação ao longo de 2015, para que as questões de gênero, sexualidade e diversidade estivessem presente nos planos municipais e estaduais, que passaram a ser revistos/construídos entre 2014 e 2016.

Acesse os materiais da campanha e leia as notícias relacionadas ao tema